A ajuda da terapia ocupacional infantil se faz necessário quando o desenvolvimento na infância não acontece de maneira adequada. As causas podem ter origem no período do pré-natal, no peri-natal ou pós-natal. Mas, independentemente disso, a técnica poderá contribuir no desempenho motor, cognitivo, sensorial, social e emocional da criança.

A terapia ocupacional é uma área da saúde focada em reabilitar pacientes que perderam algumas de suas capacidades. Esse foco sofre uma mudança quando os pacientes são crianças. A terapia ocupacional infantil busca ensinar a criança a realizar as atividades básicas que compõem o seu dia a dia. Alimentação, higiene pessoal e vestimentas são algumas dessas atividades.

O objetivo do tratamento é proporcionar o maior grau de autonomia e independência possível, para realização de suas atividades de vida diária (AVD’s) e atividades de vida prática (AVP’s).

 

Muita gente confunde fisioterapia e terapia ocupacional infantil. Na verdade, ambas as técnicas se preocupam em reabilitar o paciente e fazer com que ele tenha mais qualidade de vida. A diferença básica entre estas duas modalidades é que a TO trabalha para que a criança possa vestir-se, escovar os dentes, comer, brincar, estudar tendo independência.

 

O tratamento indicado pelo terapeuta considera os desejos da criança, sua situação clínica, seus papéis ocupacionais, faixa etária, formação pessoal, familiar e social. Já a fisioterapia, trabalha com recursos físicos, principalmente aos relacionados às alterações no movimento e suas consequências. Seu objetivo é o melhor funcionamento do corpo.

 

INTEGRAÇÃO

       SENSORIAL

A abordagem da Terapia de Integração Sensorial é baseada no entendimento de que a interrupção no processamento neurológico da informação sensorial interfere com a produção de comportamentos organizados e intencionais que fornecem a base para a aprendizagem e desenvolvimento de competências. O método visa a quantidade e a qualidade de estímulos voltados ao sujeito, para proporcionar um equilíbrio modulado, dando assim, uma resposta que esteja de acordo com suas capacidades e com o meio, melhorando, assim, o desempenho de uma criança, em seu processo de aprendizagem.

A Integração Sensorial é o processo pela qual o cérebro organiza as informações, de modo a dar uma resposta adaptativa adequada, organizando dessa forma, as sensações do próprio corpo e do ambiente de forma a ser possível o uso eficiente do mesmo no ambiente, ou seja, é a organização de informações sensoriais, provenientes de diferentes canais sensoriais e a habilidade de relacionar estímulos de um canal a outro, de forma a emitir uma resposta adaptativa.

Ou seja, é a habilidade inata do indivíduo em organizar, interpretar sensações e responder apropriadamente ao ambiente, de modo a auxiliar o ser humano no uso funcional, nas atividades e ocupações desempenhadas no dia-a-dia, melhorando o processamento do sistema nervoso, fornecendo uma base estável para a formulação e execução de um comportamento adequado.

 

Consultórios Integrados clinica de psicologia Ltda

Av. Brás de Pina, 1141 Vila da Penha-RJ

Tel: (21) 4108-3616

       (21) 3137-0645

       (21) 98086-3332

Envie uma mensagem agora